Além da Porta Vermelha

Player Final Grande

 

copia-de-israel-porta-vermelha

Hoje, às nove.

Andou e depois correu, porque a chegada era premente. Passou por ruas escuras, cujos raros postes traziam luz ao caminho. Seus pensamentos, obnubilados, eram interrompidos por lampejos de razão. Ao redor, o breu disfarçava o bege das construções monocromáticas. Repetitivas. Era noite, mas poderia ser dia. Já não reconhecia.

Hoje, às nove, lembrou-se. Mas, já eram dez e ele ainda corria. Queria poder lhe entregar o melhor de si, mas não sabia se conseguiria. O atraso lhe atirava à face suas imperfeições. No caminho, flores adornavam a escada. Nem elas eram perfeitas. As pernas em ritmo frenético davam corda ao coração. E nessa loucura contra o tempo, percebeu-se lutando contra si. Instintivamente, parou e sentou-se no degrau mais baixo.

Levantou a cabeça e com o olhar no horizonte, avistou um casal, que não lhe trouxe companhia. Seguiu buscando pelas ruelas escuras o endereço, ora tão familiar. Finalmente deparou-se com a porta de ferro vermelha, viva, que se abriu, permitindo-lhe a entrada.

– Te amo – disse, ainda buscando recuperar o ar. E o afeto.

Ali permaneceu enquanto sentiu-se completo. Tomado por súbita infantilidade, pensou que poderia ser para sempre. No entanto, suas vivências o faziam reconhecer friamente esta impossibilidade. Assim, ludibriando suas fraquezas, deixou que os ponteiros do relógio o guiassem para o minuto seguinte. E para outras andanças e anseios, além da porta vermelha.

Sublimou seus sentimentos e marcou, em local seguro, seu encontro com a solidão, onde tudo era mais fácil.

Hoje, às nove.

4 comentários sobre “Além da Porta Vermelha

    1. Esse deu trabalho Cecilia. Ficou “cozinhando” por mais de um mês. Precisávamos escolher as melhores palavras, a melhor ordem, a melhor sonoridade. Mas, também adorei o resultado! Bjs e obrigada por ser tão incentivadora deste blog!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s