Ilusão

Por tempos te senti. Entre minhas falas e minhas pausas. Personagem dos meus sonhos e protagonista dos meus pensamentos. Escutei tua voz respondendo perguntas que nunca tive coragem de fazer. Escutei minha voz questionando o porquê.

Ilusão. 

Senti a raiva da perda e a tristeza da falta. Busquei alegria no simples do dia a dia para calar as elucubrações. Perguntei o que ainda havia para aprender. Fugi, distraí-me, mas lá estavas novamente. 

Fantasia insistente, renitente. 

Insisti, questionei.

Atenuei, agravei.

Meditei, perdoei.

Ainda sentia…

Imaginação?

Parte de ti perdeu-se em mim. Confundiu meus sentidos e interpretações. Distorceu minha percepção. Hoje, sem teu véu, a luz me invade clareando todos os cantos obscuros do meu ser. 

E sigo apaixonada. Desta vez, pela parte de mim que teimou em se projetar em ti.

Aline Serfaty

instagram.com/contocurtas

Revisado por Fabiana Serra 

flui.life    

instagram.com/flui.life 

facebook.com/flui.life.voce

6 comentários sobre “Ilusão

      1. Cecilia, fico impressionada com a tua escrita. Teus comentários aqui (confesso que sempre muito esperados) ilustram a sensibilidade da tua alma e a maestria com que organiza teus dizeres. Muito obrigada por me oferecer tuas reflexões, espelho dessas curtas histórias ❤️

        Curtir

    1. Obrigada, Laura. Que nossos cantos escuros ganhem luz. Que possamos seguir inteiras, “sentir na alma”, validar nossas experiências e “derramar lágrimas”, para então, sorrir, cúmplices de nós mesmas. Adoro te ter por aqui. Obrigada

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s