Cadência

Player Vooozer

prennez reduzido

Os dedos tamborilavam e as pernas sacudiam-se, afastando o vento, sugado em inspirações profundas, e expirado em suspiros, na cadência da ansiedade. Os olhos, fixos no horizonte, não viam nada além das palavras que pretendia organizar de forma a dizer-lhe o que mais queria. A quem mais queria. Nos segundos que transcorreram entre tudo o que pensou, digitou e enviou, entendeu que seus limites poderiam se extinguir.

“Venha!”- foi a resposta que leu.

Despudor e calor emaranhado a mãos, pés e fios de cabelo. Coração buscando rima na batida do outro. Rigidez e complacência sob a pele, que gritava, transpirando.

Pensou no que sentia e desejou que fosse para sempre.

Eternidade e paixão – díspares.

E na corda bamba da disparidade, seguem desafiando a eternidade.

Até hoje.

3 comentários sobre “Cadência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s